Skip to content

Ressaca: Guia Completo das Causas, Sintomas e Cura

O que fazer para evitar a ressaca

Depois de uma noite regada com muito vinho, é normal acordar com ressaca, tendo dores de cabeça, vômito e o corpo dolorido, com a impressão que saiu de uma guerra, e não de uma festa.

Mas por que essa sensação horrível, depois de momentos tão bons? E o que o álcool tem a ver com isso? A ressaca é a forma como nosso organismo reage aos efeitos nocivos do álcool e uma forma de nos ajudar a se recuperar. 

A longo prazo, porém, a ressaca pode tornar-se em uma situação grave, e por isso é fundamental compreender e como controlar os efeitos do álcool, aprendendo a consumi-lo com consciência. 

Neste guia sobre a Ressaca, destacamos as causas, os sintomas mais comuns e como se curar desse problema, inclusive, prevenindo novos episódios, apreciando uma bela taça com responsabilidade e sem dores de cabeça depois. 

O que causa a ressaca?

Para entender por que ficamos com ressaca depois de uma festa, é preciso saber a causa e o que existe nas bebidas consumidas, que causam as reações adversas no organismo humano. 

O que causa a ressaca

Seja vinho, cerveja ou qualquer tipo de destilado, a base dessas bebidas é o álcool, mais especificamente o etanol ou álcool etílico, já que o termo álcool é bastante genérico, abrangendo inúmeros tipos, entre eles o metanol, por exemplo. 

No caso do álcool etílico, ele é obtido da fermentação do açúcar e usado em bebidas como o vinho e a cerveja, mas também em produtos como perfumes e até mesmo em combustíveis para automóveis. 

O etanol é o álcool mais comum dentre todos, e o Brasil, é seu maior exportador no mundo, pois também é o maior produtor de açúcar, retirado da cana de açúcar, sua principal matéria prima.

Ao saber o tipo de álcool utilizado nas bebidas, é importante conhecer o processo de fabricação e teor alcóolico, um dos fatores mais importantes que causam ressacas mais leves ou graves. 

Nas bebidas, pode ocorrer 2 tipos de reações químicas que produzem o álcool presente nelas:

  • Fermentação– Reação química em que uma substância se transforma em outra, por conta da ação de bactérias e micro-organismos como fungos e conhecida como energia anaeróbica. A ação ocorre, quando os micro-organismos consomem o açúcar da fermentação e liberam o álcool, passando por mais algumas etapas até a produção da bebida;  
  • Destilação– A destilação, geralmente é feita após a fermentação e acontece quando é feito o aquecimento do mosto fermentado e há a separação das duas substâncias. 

A mistura pode ser de dois líquidos ou sólidos dissolvidos e a substância mais leve, passa do estado líquido para o gasoso com mais rapidez e a menos volátil permanece líquida. 

Por fim, o vapor passa por um condensador e é transformado em líquido novamente, fazendo a concentração do álcool. 

Vinhos e cervejas, são bebidas fermentadas e geralmente possuem teor alcoólico baixo e moderado. Já a cachaça, por exemplo, tem alto teor alcoólico e uma bebida destilada. 

O que acontece com o corpo depois de beber?

Agora, é mais fácil entender o que causa a ressaca e como funciona essa reação nada agradável no corpo.

O que acontece com o corpo depois de beber

Quando consumimos álcool de forma exagerada, ocorre uma intoxicação do organismo, pois nosso corpo não consegue metabolizar o álcool com rapidez e eficiência. 

O órgão principal para metabolizar o álcool consumido é o fígado, pois produz enzimas que servem como um papel toalha, absorvendo todo álcool. 

Para que o fígado faça a eliminação completa do álcool, precisa transformá-lo em ácido acético, um ácido tão intoxicante quanto o álcool etílico, mas necessário para eliminação do álcool. 

Como essa transformação é demorada, o álcool leva mais tempo para sair do organismo, gerando aos poucos, sensações desagradáveis por todo corpo.   

Tudo se complica, porque o álcool é diurético, ou seja, quanto mais tomamos, mais urinamos, causando a desidratação, pois a água é eliminada, mas o álcool continua concentrado no organismo. 

Além da desidratação, outro processo metabólico que ocorre é a baixa concentração de glicose no sangue, pois conforme o fígado se concentra em eliminar o álcool, ele não consegue, ao mesmo tempo, controlar os níveis de açúcar no sangue.

Desta maneira, a glicose diminui drasticamente e causa a hipoglicemia, distúrbio que se caracteriza por uma baixa concentração de glicose no sangue. Em casos graves, a hipoglicemia pode causar coma e até ser fatal. 

Agora, todo esse contexto em conjunto, faz com que assim que paramos de beber e vamos dormir, as enzimas do fígado continuem altas e trabalhando como nunca, causando um desequilíbrio em todo corpo, principalmente no sistema nervoso, ocorrendo uma situação semelhante a uma crise de abstinência.

Concluindo: acordamos no outro dia com o corpo dolorido, muito enjoo e vômitos, além de uma grande dor de cabeça, entre outros sintomas como:

  • Dor nos olhos e aversão a luz;
  • Sede e boca seca;
  • Falta de apetite;
  • Mal-estar;
  • Dificuldade de memória (Blackout alcoólico);
  • Tonturas e desequilíbrio.

Muitos desses sintomas podem ou não ser sentidos, dependendo muito do organismo de cada pessoa, além de outros fatores como gênero e quantidade de bebida consumida. 

Quanto tempo pode durar uma ressaca?

Tudo vai depender da quantidade de álcool consumida. Quanto mais álcool estiver concentrado no organismo, mais demorado será o processo de limpeza, pois o fígado precisa de tempo para metabolizar todo álcool contido no organismo, tanto na produção de enzimas, como na transformação desse álcool em ácido acético. 

Geralmente, a pessoa sente mais os efeitos da ressaca no dia posterior, depois de dormir, porém, é possível já sentir sensações desagradáveis, entre 4 a 6 horas depois do consumo exagerado de álcool e antes de dormir. 

Quanto tempo leva para o organismo se desintoxicar do álcool?

A pessoa pode levar mais de um dia inteiro para estar livre de todo álcool consumido, mas as sensações desagradáveis como dor na cabeça e dor no corpo, podem levar mais tempo para diminuir a intensidade, até o organismo estar completamente limpo.

Outros fatores que podem dificultar ou contribuir para a eliminação mais rápida do álcool do organismo, é a idade da pessoa, gênero, peso e a capacidade metabólica de cada um. 

O que é bom para ressacar?

Não existe um medicamento bom para ressaca, ainda que no mercado atual, existam remédios que visam diminuir os efeitos da bebida no organismo, porém, nem sempre são eficazes, principalmente quando o consumo for excessivo. 

O que é bom para ressacar

A seguir, algumas dicas que podem ajudar a diminuir os efeitos da ressaca no dia seguinte:

  • Água, muita água

Como foi dito anteriormente, o álcool é diurético e faz com que urinamos mais, e por isso que durante o tempo que estamos bebendo, geralmente ficamos desidratados, porque ele elimina o líquido, porém não o álcool, que demora mais para ser metabolizado. 

Portanto, depois de tomar ´´todas“, é indicado que tome água para que seja reposta a hidratação natural do organismo. Mas tome água devagar, pois geralmente em ressacas, o organismo está muito fragilizado e uma grande quantidade de água, pode intensificar enjoos e até causar diarreias. 

  • Coma alimentos leves

Muitas pessoas com ressaca, não sentem disposição para comer nada no dia seguinte, mas é fundamental que consuma algum tipo de alimento, pois este dará energia e ajudará o corpo a se recuperar mais rapidamente. 

O segredo aqui é fazer refeições a cada 3 horas e bem leves, para diminuir a sobrecarga nos órgãos internos, especialmente aqueles dedicados ao aparelho gastrointestinal. 

  • Evite tomar remédios para ressaca

É muito comum tomar um comprimido antes e outro depois desse tipo de medicamento, porém é preciso cautela, já que muitos deles podem até sobrecarregar ainda mais o fígado. Outro efeito desses medicamentos é seu efeito relaxante, causando sonolência. 

Se no outro dia a pessoa for trabalhar, com certeza não é uma boa ideia esse tipo de remédio, que irá deixar a ressaca ainda mais insuportável. 

O melhor é tomar uma xícara de café e no máximo um comprimido de dipirona, que consegue diminuir a dor de cabeça e eleva a concentração, para a pessoa estar ativa e desperta por mais tempo, com menos sensações desagradáveis.  

  • Descanse o máximo possível 

A ressaca causa um efeito tão ruim no organismo, que o remédio mais indicado é sem dúvida o descanso. Por mais difícil que seja o dia seguinte, dormir e manter-se em repouso, fará com que o corpo consiga se recuperar mais rápido, do que se estivesse em atividade. 

Por isso, evite beber além do normal em dias da semana ou antes de uma prova importante por exemplo, pois o corpo precisa de tempo para voltar ao normal. 

O que comer quando se está de ressaca?

Qualquer alimento que seja leve pode se comer quando se está de ressaca. Essa é a recomendação dos médicos para se recuperar mais rápido de uma ressaca alcóolica. 

O que comer quando se está de ressaca

A explicação dos profissionais da saúde, é que alimentos pesados podem sobrecarregar ainda mais o sistema gastrointestinal, onde o processo de limpeza do álcool se concentra.

Por isso não é indicado consumir alimentos gordurosos e carboidratos, além de frituras ou carne vermelha. Geralmente, é difícil tolerar qualquer alimento pela manhã ou mesmo durante o dia da ressaca, porém, o organismo irá se ajustar com mais rapidez e eficiência, se estiver com seus depósitos de energia em dia. 

Então pela manhã, opte por torradas ou cereais, pois alimentam bem e são leves, auxiliando o intestino a trabalhar melhor. 

Uma dica, é colocar mel nessa primeira refeição, pois o mel tem ação antioxidante e ajudará o corpo a se recuperar com mais agilidade. Nas refeições posteriores como almoço, lanche e janta, consumir uma sopa mais líquida pode ser o suficiente para se sentir mais leve no outro dia.  

Qual a melhor fruta para curar a ressaca?

Qualquer fruta que possui muita água em seu interior, é propícia para aplacar os efeitos da ressaca. 

Infelizmente não existe uma fruta para curar a ressaca simplesmente, mas que diminui os efeitos do álcool no organismo, até sua total eliminação. 

O que fazer para curar a ressaca rápido?

Não existe milagre ou um segredo que faça com que o organismo humano se cure de uma ressaca rápido, pois tudo depende de cada pessoa e principalmente, do quanto foi consumido de álcool para isso. 

Mas algumas dicas, podem ajudar a potencializar o organismo, e ajudá-lo para curar a ressaca rápido: 

A água de coco é conhecida por ser um poderoso hidratante natural e indicada para ser consumida horas depois de ingerir álcool ou no dia seguinte. 

Um dos pontos positivos da água de coco é que ela repõe os eletrólitos que foram perdidos durante o consumo de álcool e da desidratação que o mesmo causa, diminuindo significativamente o desconforto causado pela bebedeira. 

Melancia, melão e abacaxi, são frutas que tem grande quantidade de água em seu interior, por isso são indicadas para ajudar a reidratar durante a ressaca, além de serem leves e perfeitas para ajudar o organismo a recuperar com calma. 

Como curar ressaca rápido caseiro?

Quando a ressaca ataca, não existe mágica para livrar-se dela, mas é preciso encontrar soluções para diminuir seus efeitos. Para curar ressaca rápido e de maneira caseira, é possível e apenas com alguns ingredientes, que ajudam a reidratar, alimentam e dão a energia e o ânimo que a bebida além da medida tirou. Confira algumas receitas caseiras para combater a ressaca: 

O Mel é alimento maravilhoso para combater a ressaca. Por ser antioxidante e anti-inflamatório, o mel auxilia na reconstituição do corpo, inclusive, repondo a glicose perdida. 

O indicado pelos médicos, é a ingestão de uma colher de sopa e a cada 2 ou 3 horas, durante o dia todo da ressaca. 

  • Suco de Tomate

Para auxiliar na recuperação do fígado, nada como um suco de tomate. Rico em licopeno, o tomate possui nutrientes que nutrem o organismo e diminuem consideravelmente a ressaca. Para fazer um suco de Tomate poderoso, você irá precisar de:

  1. 1 litro de água filtrada;
  2. 2 colheres de sopa de salsinha;
  3. 3 a 4 tomates grandes;
  4. 1 folha de louro e sal a gosto.

Modo de fazer:

  • Tire a pele dos tomates e corte pedaços pequenos, colocando dentro de um copo de liquidificador;
  • Coloque a água e junte, a salsinha, o louro e o sal;
  • Bata tudo e depois coe. Coloque o suco em uma jarra com gelo e tome, de preferência, de jejum. O que sobrar, tome aos poucos ao longo do dia da ressaca.
  • Iogurte de laranja natural

Esta receita é perfeita para eliminar tudo de tóxico que a bebida alcoólica causou. Você irá precisar de:

  1. 2 laranjas grandes e maduras;
  2. ½ copo de água com gás, de preferência;
  3. 1 copo de iogurte natural.

Modo de fazer:

  • Bata tudo no liquidificador e consuma até 2 vezes ao dia;
  • Esta receita pode ser consumida em até 3 dias, auxiliando ainda mais na recuperação do organismo e normalizando o sistema gastrointestinal. 

O que fazer para passar a tontura de ressaca?

Por conta da intoxicação de álcool causada no organismo -isso quando consumido em grande quantidade- um dos sintomas mais comuns da ressaca são as tonturas.

Tontura é a sensação de desequilíbrio quando está em pé ou em movimento, e por conta de fatores externos ou internos. A pessoa com tontura sente como se o chão, os olhos e até o próprio está girando ou em movimento acentuado, quando não está. 

Esse desequilíbrio faz com que a pessoa caia ou não consiga se manter em pé. No caso de haver consumido bebida alcoólica, as tonturas podem ser ainda mais fortes, já que o álcool elevado no organismo, causa um descontrole no sistema nervoso central.

Para passar essa sensação, somente quando o álcool sair por completo do corpo, mas é possível amenizar seus efeitos, diminuindo a tontura:

  • Beber água é um ótimo começo, pois o corpo que está intoxicado pelo álcool, tem a desidratação como um dos problemas principais, sendo percebido mais claramente, por conta da boca seca e sede elevada;
  • Evite levantar-se e se movimentar durante o tempo que está de ressaca, pois a tontura pode ser intensa e haver quedas;
  • Alimente-se com alimentos leves e que não pesem no estômago, pois durante a ressaca, é importante evitar que o organismo trabalhe ou se esforce além do normal;
  • Tomar um cafezinho com aspirina, podem diminuir as dores no corpo e na cabeça, consequentemente, diminuindo a tontura. 

Como fazer uma pessoa bêbada voltar ao normal?

Enquanto bebemos, muitas vezes não percebemos rapidamente os efeitos do álcool, principalmente quando o teor da bebida é baixo. 

Mas depois de algumas taças de vinho, acontece uma instabilidade e conforme paramos de beber, a ressaca começa, se intensificando no dia seguinte. 

Se a pessoa que está bebendo além do normal é um amigo, para ajudá-lo e evitar que a ressaca seja muito forte, algumas dicas são preciosas para fazer uma pessoa bêbada voltar ao normal ou pelo menos, melhorar e não sentir os efeitos da ressaca com tanta intensidade:

  • Ofereça algo para comer

Um dos segredos para evitar ficar bêbado ou diminuir o que o álcool causa no organismo, é estar se alimentando a cada taça. 

A cada gole, coma uma garfada de massa ou qualquer salgadinho, por mais simples que for. Com o estômago cheio, o álcool age com menos força do que quando não estamos alimentados. 

Mas, fica a dica: evite alimentos muito gordurosos e apimentados, pois eles podem deixar a ressaca do dia seguinte mais difícil de tolerar.  

  • Dê líquidos não alcoólicos

Um copo de água entre as bebericadas, pode ajudar muito a manter a hidratação corporal, já que o álcool é diurético e faz com que urine mais. 

Para a pessoa voltar a um estado de normalidade mais rápido, quanto menos álcool consumir e mais água tomar, irá urinar mais e eliminará o álcool rápido, diminuindo, inclusive, uma ressaca intensa. 

  • Acompanhe o amigo a todo lugar

Lidar com pessoas bêbadas é estar atento às suas necessidades, que geralmente eles não sabem que tem! Por exemplo, ao ir ao banheiro, esteja ao lado do amigo pois se estiver muito alterado, poderá perder o equilíbrio e cair, causando um acidente. 

Se possível, acompanhe até em casa e ajude a se deitar, deixando água e algum alimento leve próximo, para que a pessoa, assim que estiver desperta, possa se virar sozinha e sem riscos.  

  • Molhe a nuca com água fria

Enquanto o amigo estiver bêbado, ele pode alternar entre estados de inconsciência e despertamento, e para mantê-lo o máximo possível acordado e alerta, a dica é levá-lo ao banheiro e molhar a nuca dele com água fria. 

A água fria nessa região, geralmente causa uma reação de despertamento automática e pode ser a solução até ir ao carro ou táxi, quando a bebedeira já terminou.  

Por que vomitamos quando estamos de ressaca?

Um dos sintomas mais desagradáveis da ressaca é o enjoo e vômitos, e isso acontece, pois, a ingestão exagerada de álcool diminui a glicose no organismo, além de sobrecarregar o fígado, que leva algum tempo para metabolizar o álcool e eliminá-lo por completo.

Por que vomitamos quando estamos de ressaca

Além disso, o estômago vazio ou com pouco alimento para digerir, pode ter um desarranjo, causando indigestão e logo, causando enjoos que podem perdurar por horas.

O que fazer quando está de ressaca e vomitando?

Por isso na ressaca, é normal vomitarmos, pois a concentração de álcool causa uma intoxicação do corpo, e é necessário tempo para sua recuperação. Para diminuir os efeitos do enjoo, siga estas dicas:

  • Coma uma sopa ou alimente-se com comidas leves

Uma sopa de legumes, além de rica em nutrientes, alimenta e ajuda a repor tudo o que o álcool destruiu durante seu consumo e eliminação. Tome a sopa depois de beber todas e no dia seguinte, durante a ressaca. 

Além disso, coma alimentos leves como uma torrada pela manhã ou frutas aquosas como melancia e melão. Além de trazer energia, ainda ajuda a eliminar o álcool do corpo com mais rapidez. 

  • Beba água, e devagar 

A água hidrata o organismo e deve ser tomada devagar, para não piorar o enjoo e causar vômitos.

  • Tome um chá de camomila

A camomila é uma planta com efeito calmante e leve, que pode ser consumida em forma de chá ou vaporizada. Para diminuir o enjoo e evitar vômitos, a camomila é excelente, pois alivia o estômago irritado e dá mais relaxamento, ajudando no sono e diminuindo a dor de cabeça.

É normal tremer na ressaca?

Tremores depois de beber são sintomas da abstinência, e geralmente ocorre por causa de qualquer tipo de substância que cause algum tipo de vício, e as bebidas alcóolicas são esse tipo de substância. 

O álcool tem ação estimulante e sedativa ao mesmo tempo, causando uma desordem temporária no sistema nervoso central, e quanto mais álcool, mais o organismo sente sua necessidade. 

Quando paramos de ingeri-lo, o corpo começa a sentir o efeito dessa pausa, e quando o organismo já tem o hábito da ingestão de bebida alcóolica, como é o caso de pessoas alcoólatras, os efeitos da ressaca podem ser ainda mais severos, com sintomas ainda mais fortes e não tão comuns em quem bebe socialmente, como o aparecimento de tremores. 

Os tremores aparecem por conta da abstinência do álcool, sendo um efeito do sistema nervoso central que ainda está voltando ao seu equilíbrio normal. Por isso é comum os tremores virem acompanhados de desequilíbrio e tonturas.

Em alcoólatras, tremores podem ser o sinal inicial de problemas no fígado, já que o consumo de álcool de forma exagerada e por um longo tempo, pode causar uma insuficiência hepática. 

Como acabar com a tremedeira depois de beber?

Apesar de não ser comum em pessoas que bebem pouco, pode ocorrer de em uma noite de excessos, a ressaca vir acompanhada de um pouco de tremor. 

Nesse caso, a recomendação dos profissionais da saúde é que a pessoa repouse e se coma alimentos leves, além de beber água para eliminar o álcool mais rápido.

O mais importante, porém, é que se aprenda a controlar a ingestão de álcool na próxima vez que beber, para evitar este e outros sintomas, além de problemas de saúde a médio e longo prazo.

O que fazer quando se está tremendo?

Em pessoas que bebem pouco, é normal se questionar “ porque meu corpo treme tanto durante os episódios de bebedeira”. 

O álcool causa um desequilíbrio geral, afetando em cheio o sistema nervoso, e nosso organismo precisa de tempo para se recuperar. 

Se caso você percebe que começa a tremer muito depois de beber, principalmente na ressaca, a dica é potencializar a eliminação do álcool através da urina e fornecendo energia ao organismo, para ele ter forças para se regenerar.  

Por isso é importante beber água antes, durante e depois de beber, para não ficar desidratado, pois o álcool causa uma desidratação severa, a ponto de causar uma sede violenta no dia da ressaca.

Além disso, comidas leves e um dia de repouso, irão ser fundamentais para o corpo conseguir se controlar e voltar ao normal. 

Mas é importante fazer uma autoavaliação do quanto se tem ingerido de álcool no dia a dia ou socialmente, pois o álcool vicia de forma silenciosa, causando inúmeros problemas de saúde, especialmente no fígado. Consulte um médico, caso os tremores continuem depois da ressaca. 

O que fazer para evitar a ressaca?

A melhor forma de evitar a ressaca é não tomar álcool, mas nem sempre isso é possível. Então para evitar que a ressaca seja insuportável no dia seguinte, a dica é beber água antes e durante o consumo de álcool, além de se alimentar durante sua ingestão.

O que fazer para evitar a ressaca

Não é recomendado tomar remédios para evitar a ressaca, pois geralmente não são eficazes, principalmente quando consumimos grande quantidade de álcool. Os remédios podem dificultar ainda mais o metabolismo. 

Qual é a pior ressaca?

Toda ressaca é ruim, mas existem alguns fatores que podem piorar muito a situação:

  • Exagera no consumo de álcool– Quando começamos a tomar bebidas além do normal, a ressaca será inevitável. O controle é sem dúvida a melhor maneira de diminuir seus efeitos desagradáveis;
  • Alternar entre bebidas destiladas e fermentadas– Beber vários tipos de bebidas diferentes também não é uma boa ideia, se quiser evitar a ressaca no dia seguinte. 

As bebidas destiladas são geralmente mais alcóolicas que as fermentadas, logo, tomar uma cachaça e logo após um vinho do porto, por exemplo, é garantir uma ressaca bem difícil;

  • Estar de estômago vazio– Beber álcool de estômago vazio é uma das causas para uma forte ressaca. Durante o tempo que estiver consumindo álcool, coma algo para que o organismo tenha energia para se recuperar depois.  

O que piora a ressaca?

Além dos fatores citados, existem outras situações que podem piorar consideravelmente a ressaca:

  • Ter dormido mal– Uma boa-noite de sono é fundamental para ajudar o corpo em qualquer momento e durante a ressaca, ele é ainda mais importante. 

No dia da bebedeira, ter tido um sono ruim no dia anterior, pode potencializar as sensações desagradáveis. Por isso, se for para uma festa marcada dias antes, se prepare uma noite antes, colocando o sono em dia;

  • A influência da idade no metabolismo– Faz toda diferença você ter 20 ou 40 anos, quando o assunto é álcool. Quanto mais jovem, o álcool é eliminado mais rápido e seus efeitos não são sentidos com tanta intensidade.

Mas conforme envelhecemos, o metabolismo tende a mudar e podemos ficar mais sensíveis ao álcool, além de demorar mais para passar aquela dor de cabeça ou enjoo que a bebedeira do dia anterior causou;

  • Tomar alguma medicação contínua ou controlada– Pessoas que tomam medicações de uso contínuo e principalmente os controlados como ansiolíticos, devem ter cuidado redobrado ao consumir bebidas alcóolicas. 

O álcool por ser um estimulante, pode potencializar a ação do medicamento ou até tirar seu efeito. Em ambos os casos, quando a pessoa necessita da medicação por uma situação de saúde grave, esta combinação pode ser fatal.  

Como fazer soro caseiro para curar ressaca?

O soro caseiro é conhecido como hidratante natural do organismo, principalmente por conter os 3 componentes básicos para vivermos: água, sal e açúcar. Quando consumimos álcool, estes componentes são eliminados com a água na urina, e quanto mais bebemos, mais desidratados ficamos.

Além disso, a desidratação favorece a hipoglicemia, que é a glicose em baixos níveis em nosso corpo. Para evitar os efeitos desagradáveis e perigosos que o álcool em excesso pode causar, o soro caseiro é fundamental para colocar todos os nutrientes no lugar. 

Como preparar o soro caseiro?

Para preparar o soro caseiro e reidratar o organismo em ressaca, você vai precisar:

  1. 1 copo de 200 ml de água filtrada;
  2. 2 medidas de açúcar;
  3. 1 medida de sal;
  4. As medidas devem ser rasas. 

Modo de fazer:

  • Coloque o sal e o açúcar no copo com água e mexa bem;
  • Tome aos poucos e ao longo do dia para fazer a reidratação do organismo.

Esta receita de soro caseiro também é conhecida como glicose caseira, por fazer a reidratação do corpo em desidratações severas, como a que o álcool pode causar. 

A Glicose também pode ser reposta através de soro no pronto socorro, mas só em casos graves ou suspensão de glicose vendido em farmácias, que pode auxiliar na reposição dos eletrólitos do organismo em ressacas fortes. 

Qual chá é bom para curar ressaca?

Existem alguns chás que podem ajudar no período de ressaca e são fáceis e rápidos de fazer:

  • Chá de gengibre– O gengibre combate enjoos e vômitos e, também, alivia o estômago contra azia. 

Em uma xícara de água, coloque 1 colher de sopa de gengibre, fervendo primeiramente a água e depois colocando o gengibre, deixando por 15 minutos até bebê-lo.

  • Chá de boldo– O boldo é uma planta conhecida como excelente para combater dores estomacais e azia. Apesar de um pouco amargo, pode ser acrescido um pouco de açúcar na infusão, que é feita com uma xícara de água fervida, com 3 folhas médias de boldo. 

O que é bom para curar ressaca da bebida?

Além de todas as dicas descritas neste guia, existem outras formas de curar ressaca da bebida. 

O leite de vaca, por exemplo, é indicado pelos médicos para acalmar o estômago e amenizar os efeitos do álcool. Por conter cálcio, ele nutre e forma uma capa protetora estomacal, auxiliando na eliminação do álcool pelo organismo.

Mas é bom não exagerar! Leite em excesso pode causar o efeito contrário, auxiliando em diarréias e flatulência. O indicado é tomá-lo pela manhã e à tarde, em pequenas quantidades e aos poucos. 

Qual a melhor bebida para curar ressaca?

Sem dúvida é a água. Por ser um hidratante natural e sem contraindicações ou efeitos adversos, a água hidrata o corpo e faz com que urinamos mais, eliminando assim mais e mais o álcool concentrado e diminuindo a ressaca. 

Quantos litros de água cura ressaca?

A recomendação dos médicos é que uma pessoa saudável tome de 1,5 litros a 2 litros de água por dia. No caso de estar com ressaca, a medida é a mesma, porém com o diferencial de tomar água com cuidado e devagar, para não favorecer mais enjoos e vômitos.  

Frisamos que somente beber água não cura a ressaca, mas ameniza e ajuda a eliminar o álcool com mais rapidez. 

Como curar ressaca em 5 minutos?

Ressaca pode ser prevista, porém sem uma cura rápida ou automática. Por isso antes do primeiro gole, tome água, esteja alimentado e tenha tido uma noite boa de sono. 

Enquanto beber uma taça de vinho, por exemplo, beba um pouco de água também, pois isso ajuda a manter a hidratação do organismo e diminuir a ressaca no dia seguinte.  

Qual remédio é bom para curar ressaca?

No mercado, remédios como o Engov, prometem diminuir os efeitos da ressaca, sendo indicado seu uso antes e depois de beber. Ainda que tenham eficiência nos casos mais leves de bebedeira, não é indicado para ser tomado quando o uso de álcool é elevado, pois pode até sobrecarregar ainda mais o fígado.

O Epocler também é um medicamento muito usado em ressacas, pois potencializa o trabalho do fígado, ajudando a metabolizar o álcool mais rápido. Mas assim como o Engov, o Epocler só é eficiente quando o álcool consumido não é excessivo. 

Qual é a sensação de se estar bêbado?

A pessoa que está bêbada, tem a sensação de entorpecimento, de sedação e de um leve prazer, que pode ser ainda maior quando o consumo do álcool é mais alto. No caso de um coma alcoólico, por exemplo, a sensação é de sonolência e quando há desmaios, é necessário tratamento médico.

Mas percebemos quando estamos ficando bêbados, pois raciocinamos com mais lentidão, a fala fica mais arrastada e podemos ficar mais irritados ou alegres além do normal. Com essa sensação, é hora de parar com o consumo de álcool ou beber um pouco de água e consumir algum alimento, para equilibrar o organismo.

Por que fico triste depois de beber?

Durante o tempo que bebemos, o álcool tende a estimular nossos sentidos e dar uma sensação de plenitude e alegria. 

Porém com o exagero nas bebidas e pausando o consumo, o sistema nervoso central tenta se reajustar, causando tristeza e nervosismo, e em casos mais graves, inclusive depressão. 

Pessoas que fazem uso de medicações controladas como antidepressivos, por exemplo, devem estar atentas aos efeitos do álcool, pois pode causar ainda mais apatia.  

Como proteger o fígado antes de beber?

A dica é manter uma refeição equilibrada e com hidratação de água antes e durante a bebida. Outra maneira de proteger o fígado antes de beber é evitando exageros, tomando apenas o essencial de álcool, controlando a ingestão e seu efeito.

O que tomar para o fígado depois de beber?

Assim como foi para proteger o fígado antes de beber, para manter o fígado saudável depois de beber, a dica continua sendo água para hidratação e alimentação leve. Além disso, o repouso ajudará o corpo a se recuperar ainda mais rápido.

O que fazer para um bêbado dormir rápido?

O álcool tem efeito sedativo, principalmente quando está concentrado no organismo, quando a pessoa para de beber. Por isso não é necessário nenhum medicamento para dormir mais rápido, mas apenas água para hidratação corporal.

Pode botar pessoas bêbadas para dormir?

Sim, o sono ajuda o corpo a se recuperar dos efeitos do álcool. Em geral, a pessoa que exagerou na bebida, sente bastante sonolência, mas para que a ressaca não seja insuportável ao acordar, hidratação e alimentação leve é fundamental para melhorar mais rápido. 

O que é bom para dormir mais rápido?

Outra dica do que é bom para dormir rápido quando está de ressaca, é tomar um chá como o de camomila, que auxilia no alívio de irritações e dores estomacais, além de ter efeitos sedativos, facilitando o sono.

Pode tomar Dramin antes de beber?

O Dramin é um medicamento usado para diminuir enjoos e evitar vômitos, além de controlar o equilíbrio em episódios de tonturas. Ao tomá-lo, a pessoa sente o alívio desses sintomas rapidamente, sendo um medicamento eficiente.

Mas não é recomendado seu uso em ressacas, ou mesmo antes de tomar a primeira taça, pois o Dramin possui em sua composição, componentes que causam relaxamento e sonolência, fatores que podem ser potencializados com os efeitos do álcool.

O que acontece se tomar remédio depois de beber?

O uso concomitante de medicamentos e álcool não é recomendado, pois além de haver a chance de potencializar ou retirar o efeito do medicamento, pode ocorrer a irritação da mucosa do estômago, além de intensificar a ressaca, aumentando as dores de cabeça, por exemplo. 

Por isso, se você faz uso de medicamentos de uso contínuo e principalmente controlados, como ansiolíticos, converse com seu médico como deve tomá-los sem gerar risco quando estiver sob efeito de álcool.

Qual a bebida alcoólica que não causa ressaca?

Dentre todas as bebidas existentes, a que menos causa efeitos de ressaca é a Vodca. Isso acontece, pois a Vodca passa por vários processos de filtragem que a deixam pura e com o mínimo de toxinas. 

Mas isto é relativo, pois depende de vários fatores como o gênero da pessoa, além da idade e a sensibilidade do organismo para bebidas alcóolicas. Outro fator que pode influenciar é o fabricante da vodca, já que algumas podem conter algum tipo de aditivo que torna a bebida mais forte e consequentemente uma ressaca mais complexa. 

Qual a melhor cerveja para não dar ressaca?

Segundo pesquisadores, está sendo criada uma cerveja que dá menos ressaca. A ideia que vem da Holanda, foi desenvolvida por um produtor que fez uma cerveja artesanal com menos toxinas alcóolicas e que causem menos efeitos de ressaca. 

A cerveja possui mais nutrientes e água, para garantir a hidratação e energia, enquanto ingere a bebida alcóolica. Enquanto não é concluído seu desenvolvimento, é importantíssimo seguir as dicas deste guia, para combater a ressaca. 

Visite Nossa Loja de Vinhos e Espumantes

Don`t copy text!